A volta do Bikini Kill contra a caretice

Rebel Grrrls unidas em 2019

Foto: Bikini Kill ao vivo no Hollywood Palladium, 25/4/19 (Aida Daneshvar)
Gostou? Compartilhe:

Mesmo em tempos sombrios, o universo conspira a nosso favor: Bikini Kill voltou a berrar nos palcos semana passada, 22 anos após seu último show.

A banda seminal do riot grrrl se apresentou no lendário Hollywood Palladium, em Los Angeles, na última quinta-feira (25/4), com Tobi Vail na bateria, Erica Dawn Lyle na guitarra (a única Bikini não original), Kathi Wilcox no baixo e Kathleen Hanna na voz.

Contra o conservadorismo extremo e caretice máxima que estamos vivendo, nada mais inspirador que ouvir as mensagens contra machismo, sexismo e qualquer tipo de preconceito vindo de quem inventou o movimento.

Dá o play e veja em primeira mão “Rebel Girl”, o hino que convoca as mulheres a serem o que quiserem – sexys, lésbicas, rebeldes ou rainhas da vizinhança – ao vivo, em pleno 2019:

Se você curte Bikini Kill vai curtir também o trabalho da AZMina. Clica no botão pra saber mais.

AzMina

Instituição sem fins lucrativos que usa a informação para combater diversos tipos de violência que atingem mulheres brasileiras, considerando as diversidades de raça, classe e orientação sexual. A ONG mantém a publicação online Revista AZMina.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...