Asteroid faz passagem sem firulas pelo Brasil

Power trio stoner fez show freestyle em SP

banda Asteroid Fernando Yokota
Foto: banda Asteroid (Fernando Yokota)
Gostou? Compartilhe:

Banda de Örebo, um vilarejo sueco de pouco mais de 120 mil habitantes, o power trio de stoner rock Asteroid fez uma improvável e rápida passagem pelo Brasil na última semana, quando se apresentou em casas de shows intimistas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Apesar do público misto, que vai de metaleiros oldschool a skatistas e indies, a postura da banda se assemelha bem mais ao lado despretensioso do punk do que ao preciosismo do metal progressivo.

À vontade no meio do público em São Paulo, quando tocaram no Jai Club na última sexta, 6, os caras autografaram o disco III, último lançamento deles, conversaram com fãs e acompanharam as duas bandas de abertura.

Aspiral Guru e Weedevil, ambas lideradas por vocais potentes de mulheres, cumpriram bem o papel de aquecer a galera com sons pesados e afinação precisa, que manteve o público hipnotizado e atento durante as apresentações. Vale a pena conhecer.

Aspiral Guru (Fernando Yokota)
Aspiral Guru (Fernando Yokota)
Weedevil (Fernando Yokota)
Weedevil (Fernando Yokota)

A banda colou o setlist no palco por volta da 00h, quando os celulares começaram a focar nos pés descalços do baixista Johannes Nilsson pisando nos pedais. Para uma banda formada numa cidade pequena, com 1500 ouvintes em plataformas digitais e um Instagram desatualizado desde o Natal do ano passado, imagino que a super conectividade dos brasileiros em algum momento pode ter soado invasiva.

Mas, show que segue, e o setlist foi meramente ilustrativo. Eles pediram pro público dizer o que queriam ouvir e os pedidos da plateia foram atendidos, sem muita contação de história. Rolou “Pale Moon”, “River”, “Speaking to the Sea” e “Garden”, o único hit, e o que claramente a banda tocou sem muita preocupação em seguir protocolos.

O público pediu mais, eles atenderam, e foram embora dizendo que estavam velhos pra seguir. Um rolê muito bom e grande sacada da Powerline de trazer os caras pro Brasil. Um show que eu nunca imaginei ver. Apesar da pegada sem magia, pra uma banda claramente com uma vibe bruxona, com certeza foi uma experiência única.

Asteroid (Fernando Yokota)
Asteroid (Fernando Yokota)
Asteroid (Fernando Yokota)
Asteroid (Erick Tedesco)

Gostou? Compartilhe:

Veja também...