Cypress Hill e a brisa do bem

Tá na hora de descriminalizar a maconha?

Foto: Foto: Primary Wave
Gostou? Compartilhe:

O assunto ainda é polêmico, mas já foi muito mais controverso. Hoje, vários estados norte-americanos e países como Uruguai, Holanda e Portugal autorizam a comercialização ou porte da maconha, especialmente para fins medicinais, como parte da adoção de uma nova política sobre drogas.

Mas lá no início dos anos 1990, simplesmente tentar falar sobre o assunto já gerava treta. Foi nessa época que o Cypress Hill surgiu na cena do rap fazendo muito sucesso e trazendo a discussão sobre a legalização da maconha para o centro de suas músicas.

Grandes referências para bandas brasileiras que também se alinham ao tema, caso do Planet Hemp, a turma do Cypress Hill foi pioneira em propor um outro olhar para a questão da maconha. Afinal, o que parece mais razoável? A violenta repressão policial ao uso da cannabis, que já mostrou não ser lá muito eficiente, ou a liberação de uso controlada pelo Estado? Qual a sua opinião?

Se liga nesse som e dá uma risada com o clipe enquanto pensa na resposta:Também dá pra sacar a letra aqui.

Quer saber mais sobre o assunto? Confere a página da Marcha da Maconha e conheça a campanha para descriminalizar o plantio e uso da cannabis no Brasil.

Marcha da Maconha

A Marcha da Maconha Brasil é um movimento social, cultural e político, cujo objetivo é levantar a proibição hoje vigente em nosso país em relação ao plantio e consumo da cannabis, tanto para fins medicinais como recreativos.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...