Entrevista: anarquia Armada pro Oxigênio Festival

Banda punk se apresenta no dia 15 de setembro

banda Armada em foto de divulgação
Foto: banda Armada (Cristiano Martins)
Gostou? Compartilhe:

Se você segue a Revolution Radio, já se ligou que uma de nossas especialidades é colocar o melhor do punk rock pra tocar na sua orelha. É nessa categoria que entra o extinto Blind Pigs, lendária banda punk paulista que já rolou por aqui. Mas pra ninguém ficar chorando pelo passado, a gente traz boas novas: o Blind Pigs está reencarnando – e ainda melhor – no Armada.

Com influências muito mais diversificadas, a banda formada por Henrike Baliú e Mauro Tracco – integrantes originais do Blind Pigs – Alexandre Galindo, Arnaldo Rogano e Ricardo Galano bebe na fonte do hardcore punk, mas também flertando com rocakbilly, country e até samba. O primeiro álbum do grupo, “Bandeira Negra”, é prova de que o espírito contestador e a atitude rebelde também continuam presentes, turbinados pelos acontecimentos sociais mais recentes (ouça aqui).

O Armada fará sua única apresentação do ano nos palcos do Oxigênio Festival, que acontece nos próximos dias 13, 14 e 15 de setembro, em São Paulo, na Via Matarazzo (garanta seu ingresso agora clicando aqui).

A seguir você acompanha a entrevista exclusiva do vocalista Henrike para a Revolution Radio:

RR: O Oxigênio Festival 2019 esta diversificado, com bandas de diversos estilos, mas que, juntas, são nomes que devem funcionar muito bem num evento deste porte. Como entendem esta gama de gêneros musicais que o Oxigênio está promovendo?

Henrike: Acho saudável, até porque essa é a ideia de um festival, juntar estilos e promover a união entre a cena independente.

Henrike e Alexandre da banda Armada ao vivo
Henrike e Alexandre (Rafael Cusato)

Para as pessoas que ainda não tem familiaridade com a trajetória e sonoridade da banda, como pode definir a proposta e a música que fazem?

Somos uma banda de punk rock, que segundo a resenha da revista Rolling Stone, vai “além do Punk”.

Qual é o lançamento mais recente da banda? Comente um pouco sobre esse registro.

Lançamos nosso álbum de estreia, “Bandeira Negra”, ano passado aqui no Brasil pela Hearts Bleed Blue e no exterior pelo selo americano Pirates Press Records. São 17 faixas que passeiam pelo punk rock, rockabilly anos 50 na faixa “Próxima Estação” onde canto com o Sérgio Reis, hardcore e até pelo samba na música “Cobra Criada”, originalmente gravada pelo malandro Bezerra da Silva onde canto uma versão punk rock dela com o Kiko Zambianchi.

O baterista Arnaldo da banda Armada
O baterista Arnaldo (Felipe Buli)

O que o público do Oxigênio Festival 2019 pode esperar em termos de repertório? Algo em especial para esta apresentação?

Vamos acrescentar algumas músicas da nossa ex-banda, Blind Pigs, ao repertório para os fãs mais saudosistas matarem a saudade. Vai ser um repertório matador, garanto!   

Serão três dias de shows, muitas bandas e diversas atrações pelo recinto. Quais outros shows pretendem conferir no Oxigênio?

Cólera, pois ainda não assisti a banda com o novo vocalista, mas com certeza quero conferir todas as bandas que estarão lá no domingo, o nosso dia.

A banda está entre as mais de 30 atrações da edição 2019 do Oxigênio Festival. Para a carreira de vocês, qual a importância em estar neste lineup e neste evento, que a cada ano ganha mais notoriedade entre os festivais de música de São Paulo? 

Ficamos muito felizes com o convite. É uma vitrine e tanto para a banda! Até porque será o único show da Armada este ano!

Armada e Kiko Zambianchi
Armada e Kiko Zambianchi (Rafael Cusato)
Cartaz do show do Armada no Oxigênio Festival

Agenda de shows

Saiba mais

Via Matarazzo: Avenida Francisco Matarazzo, 764 - Água Branca, São Paulo / SP

CPM22, Dead Fish, Sugar Kane, Bayside Kings, Teco Martins ॐ Sala Espacial, O Inimigo, Codinome Winchester, Cefa, Karaoke Band, Banda de Abertura.

Saiba mais

Via Matarazzo: Avenida Francisco Matarazzo, 764 - Água Branca, São Paulo / SP

Braza, Supercombo, Big Up, Pense, Terra Celta, Gloria, Rivets, Ratos de Porão, O Bardo e o Banjo, Zumbis do Espaço, Rumbora, Nervosa, Molho Negro, The Mönic, Karaoke Band, Banda de Abertura.

Saiba mais

Via Matarazzo: Avenida Francisco Matarazzo, 764 - Água Branca, São Paulo / SP

Francisco el Hombre, Far From Alaska, Strike, Esteban, Dibob, Granada, Autoramas, Cólera, Darvin, Violet Soda, Armada, Charlotte Matou um Cara, Wiseman, Karaoke Band, Banda de Abertura.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...