Meek Mill e a juventude negra massacrada

Quais são os caminhos possíveis para um jovem negro?

Foto: Google Images
Gostou? Compartilhe:

Há um personagem inusitado no novo clipe de Meek Mill, rapper americano que despontou no cenário hip hop em 2012 e vem fazendo sucesso desde então.

Em um dado momento do vídeo de Young Black America, Donald Trump aparece dizendo algumas palavras sobre a comunidade negra do seu país: vocês vivem na pobreza, suas escolas não são boas, vocês não têm trabalho, 58% dos jovens estão desempregados.

A mensagem, saída da boca do agora presidente dos Estados Unidos – que, inclusive, vem lidando com acusações cada vez mais graves sobre o seu racismo, especialmente após a marcha em Charlottesville – evidencia o grande vão que ainda separa a situação de vida de negros e brancos nos Estados Unidos.

Uma juventude com poucas expectativas de futuro, que desde muito cedo precisa conviver com o crime e a morte, historicamente perseguida por uma parte da população de seu próprio país – as referência à Ku Klux Klan estão em todo o vídeo. Quais são os caminhos possíveis para um jovem negro americano?As indagações também valem para o Brasil, onde 77% dos jovens que morrem assassinados no país são negros. A Anistia Internacional lançou campanha contra o genocídio da juventude negra no Brasil. Acesse o botão logo aí embaixo para saber mais.

Jovem Negro Vivo

É a campanha da Anistia Internacional para mobilizar a população contra o assassinato da população jovem negra do Brasil. Você também pode participar.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...