NOFX sem um teto para chamar de seu

Ouça “Linoleum” enquanto pensa no assunto

Foto: divulgação
Gostou? Compartilhe:

“Posses nunca significaram nada para mim”. Gritando estas palavras, o NOFX abria Punk in Drublic, o 5º e mais bem-sucedido álbum de sua carreira, em 1994. A frase, que se refere à situação de abandono de moradores de rua, não poderia ser mais emblemática: o disco poderia ter levado a banda ao estrelato não fosse sua lealdade ao punk rock.

“Linoleum”, primeira faixa do LP, descreve o sentimento otimista de uma pessoa que não tem quase nada, mas tem “uma cama, uma guitarra e um cachorro chamado Bob que mija no meu chão”. O orgulho de ter um piso de linóleo para amparar a cabeça e os objetos que caem do bolso furado é um exemplo clássico do sarcasmo que o NOFX usa para fazer denúncia social.

Além de chamar atenção para a miséria da população sem moradia, a letra hoje serve como uma metáfora à carreira do NOFX: apesar de bem-sucedidos, rejeitaram o sucesso comercial ao se recusarem a assinar com grandes gravadoras e corporações – nunca veicularam videoclipes na MTV.

Ouve agora esse clássico em uma apresentação ao vivo durante o Ressurection Fest de 2014:

Você pode ajudar a diminuir o número de pessoas sem casa ajudando a construir lares em comunidades carentes. Seja voluntário da ONG Teto, é só clicar aí embaixo pra se inscrever.

Teto

TETO é uma organização internacional presente na América Latina e Caribe, que trabalha pela defesa dos direitos de pessoas que vivem nas favelas mais precárias e invisíveis, diminuindo sua vulnerabilidade por meio do engajamento comunitário e da mobilização de jovens voluntários.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...