O skacore anti-homofobia do Leftöver Crack

Gay rude boys e girls unidos!

Foto: reprodução Facebook
Gostou? Compartilhe:

Pra quem prega a unidade contra o sistema, nada mais incoerente que ser machista. Ou racista. Ou homofóbico.

No som Gay Rude Boys Unite”, o Leftöver Crack usa o seu skacore poderoso pra denunciar a discriminação contra gays e lésbicas na cena punk. Quinta faixa do álbum de estreia Mediocre Generica, de 2001, Gay Rude Boys… escancara o paradoxo que ainda rola nas rodas de pogo. “Unidade? HA, você é um santo hoje / você pode ser anti-racista, mas então você é antigay”.

Em tempos que o conservadorismo se acirra e preconceitos afloram sob o pretexto de uma nova política, é bom lembrar que só a união entre as diferenças pode derrotar o ódio. “Héteros, gays, brancos, amarelos e negros / Gay rude boys e gay rude girls, nós vamos tomar esse baile de volta!”

Pra botar a mão na massa contra a homofobia, conheça o trabalho da Casa 1, que tem como objetivo acolher pessoas LGBT expulsas de casa por suas orientações sexuais e identidades de gênero.

Casa 1

A Casa 1 é um centro de acolhimento de LGBTs expulsos de Casa e um Centro Cultural na região central de São Paulo.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...