Os Garotos Podres querem matar o bom velhinho

Ele presenteia os ricos e cospe nos pobres

Foto: Imagem: Divulgação
Gostou? Compartilhe:

Os Garotos Podres são polêmicos. A banda do ABC paulista surgiu em 1982 e fez história dentro do punk rock nacional em meio ao processo de reabertura política no Brasil.

Com letras irônicas e humor nada convencional, o grupo liderado por Mao criticava o capitalismo, a violência policial e zoava a censura estatal ainda atuante no país no início da década de 1980.

Apesar da postura engajada e vinculação com causas sociais, o grupo também conviveu (e sempre negou) com acusações de nazismo em razão da estética Oi! adotada por eles. Outra polêmica, essa mais recente, envolve o racha ocorrido em 2012, com a disputa jurídica entre os integrantes pelos direitos sobre o nome e as criações da banda.

Recentemente, Mao, vocalista e principal compositor do grupo, venceu a ação e voltou a se apresentar como um Garoto Podre.

Polêmicas à parte, as sátiras são uma das grandes marcas dos Garotos Podres. Em “Papai Noel Velho Batuta”, faixa do disco de estreia da banda, de 1985, o bom velhinho é jurado de morte. Quer saber o motivo? Ele presenteia os ricos e cospe nos pobres, aquele porco capitalista.

Dá uma pausa no CD da Simone e se liga nesse som natalino:

Gostou? Compartilhe:

Veja também...