Pussy Riot e o som que causou a ira de Putin

Punk rock não é só sobre música

Foto: Imagem: QHA
Gostou? Compartilhe:

Em 2012, o Pussy Riot, uma banda russa de punk rock feminina, causou comoção mundial depois que três de suas integrantes foram encarceradas pelo governo de seu país.

A motivação para a prisão foi a realização de uma apresentação de protesto não autorizada dentro da Catedral de Moscou. Era uma manifestação contra o apoio da Igreja Ortodoxa Russa a Vladmir Putin, que se alterna entre os cargos de presidente e primeiro-ministro da Rússia desde 1999.

O caso gerou muita polêmica pelo mundo, com a compreensão de que as artistas poderiam ser consideradas presas políticas. Mas as pressões internacionais não foram suficientes para impedir que as integrantes do Pussy Riot fossem condenadas a dois anos de prisão.

Neste clipe, você consegue ter uma ideia do som que causou a ira de Vladimir Putin. Se liga:Em temos de retorno da censura no Brasil, com projetos de lei que querem criminalizar expressões culturais, o exemplo russo nos lembra de permanecer com os olhos abertos para barrar os retrocessos.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...