Rise Against acredita na vida após o bullying

Banda quer mostrar que a vida vale a pena

Banda Rise Against
Foto: Rise Against (divulgação)
Gostou? Compartilhe:

por Sté Reis

O coro juvenil que convida para “Make it Stop”, do Rise Against, é um chamado para a luta contra o bullying. É claro que para uma  banda tão bem sucedida não há nada de mal em ser considerado “estranho”. Mas, em uma sociedade que preza pelo padrão e pela atitude convencional, se provar no dia a dia não é tarefa fácil. 

Com um clipe que mostra diferentes formas de bullying e jovens a beira do suicídio, o recado que fica é “não desista”, “a vida vale a pena” e “vai passar”. Mostrando que o pedido para que o algoz pare com as agressões não é um grito tão ouvido quanto os famosos refrões da banda, a letra encoraja a provar que todos estão errados.

Enquanto o número de suicídios cai no mundo, no Brasil, a taxa cresceu 24% entre 2006 e 2015, em maior parte entre o sexo masculino. O estudo foi feito pela UNIFESP e publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria. A expectativa era que a taxa reduzisse 10% até 2020.

Caso o ombro amigo do Rise Against não seja suficiente, a letra sugere os depoimentos de vítimas que superaram o bullying de cabeça erguida. E apesar do Setembro Amarelo estar quase no fim, a luta contínua. Se você ou algum amigo ou conhecido estiver passando por dificuldades, busque ajuda especializada ou redes de apoio como o CVV.

CVV

O Centro de Valorização da Vida é uma associação civil que presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar.

Gostou? Compartilhe:

Veja também...